Anorexia, bulimia e vigorexia: fatores de risco e prevenção

A anorexia, a bulimia e a vigorexia são transtornos de conduta relacionados com uma percepção distorcida do próprio corpo. Para a prevenção destas doenças existem fatores que têm uma importância vital, como o ambiente de possíveis doentes, a consulta com especialistas e, claro, os hábitos da própria pessoa.

Segundo Díaz-Marsá, responsável pela Unidade de Transtornos da Alimentação do Serviço de Psiquiatria do Hospital Clínico San Carlos, em Madrid, “a melhor prevenção é a educação em uma alimentação saudável, para além do reforço das qualidades das pessoas, para além do peso”. Os especialistas defendem a este respeito, os programas de prevenção de saúde orientados para a promoção de hábitos de vida saudável.

Por sua parte, Jesus Padín, especialista em psiquiatria do Hospital Ramón y Cajal de Madrid, explica que “as intervenções de prevenção primária podem ser, entre outras, de tipo educativo e crítica dos meios de comunicação, como por exemplo o aprendizado de habilidades cognitivas-comportamentais para resistir a pressão sociocultural, a persuasão social, e assim por diante.”

O ambiente também pode ser muito útil para reduzir a freqüência de transtornos de conduta; Díaz-Marsá adverte que, além de “subtrair importância ao físico e reforçar certas qualidades sociais e psicológicas, se há sintomas, é muito importante consultar o quanto antes um especialista em Psiquiatria“.

Em Portugal existem vários programas de prevenção primária e secundária em várias comunidades, onde se trabalha com adolescentes, pais e professores, combinando a avaliação dos professores com o treinamento para estas situações os pais e com o reforço de certas habilidades dos adolescentes.

Tanto a anorexia e a bulimia como a vigorexia são consideradas doenças multicausales, isto é, se devem a uma série de fatores e circunstâncias que ajudam o seu aparecimento e desenvolvimento. De acordo com Padín, tais fatores são de natureza diferente:

1. Fatores genéticos:

“Os familiares de pacientes que apresentam anorexia nervosa têm mais chances de sufrirla que os familiares de pessoas saudáveis”, garante o especialista.

2. Fatores biológicos:

Sofrer alterações de serotonina, os sistemas neuroquímica e alterações coleta de dados, aumentam o risco.

3. Factores de personalidade:

O especialista do Ramón e Cajal explica que “existem características a partir da perspectiva temperamental que aumentam as chances de sofrer com essas doenças, como a prevenção do risco diante de situações de ameaça ou incerteza ou a pouca capacidade para dirigir a vida de alguém de acordo com os objectivos e valores pessoais”; além disso, “o perfeccionismo, ligado às estruturas filmes, assim como a elevada procura de novas sensações, costuma ser um fator de distinção entre os pacientes que sofrem deste tipo de doenças e saudáveis”.

4. Fatores culturais e familiares:

Determinadas situações que dependem do ambiente e o imaginário coletivo (a magreza como sinônimo de sucesso), assim como “a prática de esportes que exigem um alto desempenho e desportos estéticos, como a dança ou da ginástica rítmica”, representam fatores de risco.

5. Fatores imediatos:

Se submeter a dietas restritivas ou experimentar emoções negativas devido a um acontecimento vital delicado estão associados com a ocorrência desses transtornos, em especial, no caso da bulimia.

Veja também:

Diferenças entre anorexia, bulimia e vigorexia

A terapia de exposição de sinais, eficaz na bulimia

A anorexia multiplica por cinco o risco de mortalidade

Quando o culto ao corpo se transforma em doença

TOP MARCAS AO MELHOR PREÇO

A Nestlé mingau 8 cereais e biscoito maria 600g

Mingau de fácil digestão pela tecnologia CHE

6.38 | 3.50

Comprar

Blemil® plus 3 crescimento cereais e frutas 800g

Preparado lácteo para maiores de 12 meses, como passo prévio ao consumo de leite de vaca

17.90 | 16h15

Comprar

Nahore baby colônia suave infantil 500ml+500ml

Pack perfume suave para o bebê

11.66 | 11.99

Comprar

Um serviço de

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

¤